BRASIL, Centro-Oeste, GOIANIA, Mulher

 

    Meu fotolog
  Flog da Paola Franco
  Eduardo Palandi
  Flávia Lelis
  Flog do Neilton
  Flog da Hello
  Charges do Nathan
  Renato Queiroz
  Gabilima
  Lídia Borges
  Thiago Marques
  Maria Cristina
  Paula Parreira
  Marozinha
  Alberto Maia
  Flog da Nuria
  Flog da Lully
  Paola Franco buzznet
  Flog da Carolina Sérvulo
  Blog do Leandro Coutinho
  Blog do Victor Rezende
  Blog do Noblat
  Flog da Ana Carolina
  Blog do Luiz Felipe
  Blog da Ludmilla Balduino
  Brandão
  Márcio Leijoto
  Maria Antonieta
  Thiago Aristides
  Taiguara, Douglas=paranóia
  Cristiano Borges
  Lígia Ballot
  Eduardo Lima
  Aécio Mota
  Aline Tomaz
  Blog da Ana Carol
  Ana Paula Fernandes
  Ana Paulo Martins
  Douglas McArthur
  Gabi Lima
  Primo Joh
  Selma
  Célia Maria
  Daniela Lopes
  Lucas Barros
  Viviana Paixão
  Fabianne Salazar
  Paulo Galvez
  Wanessa Flores
  Mariana Tramontina
  Blog da Lully


 

 
     

       

       


     
     
    ♪♥♪♥♪♥♪ Relicário Ululante ♪♥♪♥♪♥



    Por que há sempre um problema?

    Todo homem deveria ter detectores de liquidação, emissor de borboletas, ombros ultra-acolchoados e a exclusiva função adoro-sair-para-dançar.



    Escrito por ♪♥Mulher Maravilha às 11h25
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    As agonias e o êx-tase

    Alô Jesus! Dá para mandar um cubinho de açúcar? Ok! No estado atual aceito até adoçante. Só não vale errar na dose para não deixar ainda mais amargo. Tu! Tu! Tu! Suspeitei desde o princípio! Tá ocupado! Mas sou brasileira. Não desisto nunca. Alô Nossa Senhora! Anota o recado por favor. Aguardo retorno ou ligo mais tarde.

    Escrito por ♪♥Mulher Maravilha às 14h55
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    A gente pede bis...

    Ok! É verdade que aniversário sempre me deprime. Mas um presente como este da foto abaixo me faz suportar o peso de qualquer idade. Acho que a Melissa quis me homenagear. E se assim por acaso alguém aí achar que eu mereço o presente... O número 37 e amei a versão branca e também a preta. São exatamente essas coisas que me fazem lembrar que quem acredita que dinheiro não compra felicidade é só porque não sabe o endereço da loja. A quem interessar possa a minha felicidade hoje está neste endereço aí: http://www.lojamelissa.com.br/lojamelissa.php?secao=Detalhes&modelo=30294.

     

    A tempo...já estou de dedos cruzados!



    Escrito por ♪♥Mulher Maravilha às 22h22
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    ...and the city

    "Para sempre teu. Para sempre meu. Para sempre nosso (Veja Sex and the city, o filme)." Essa é de matar! Alguém aí tem um copo de veneno? Não! Melhor uma 38. Vai mais rápido. Putz! Se a Carrie ao menos estivesse falando de um Manolo....Mas não! Era para o Mr. Big. O pior é que eu também queria poder dizer essa frase! Droga! Será que vale dizer para uma Hermés? Ultimamente...minha maior paixão.



    Escrito por ♪♥ ♪♥ Mulh às 20h55
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    Patos suicidas e outras estórias...

    Agora entendo porque Clarah Averbuck (leia Vida de Gato, Clarah Averbuck) ficou tão puta com o lance do "Adolfo meu pato suicida que se atirou pela janela do 15° andar". As pessoas acreditam em cada coisa que vou te contar viu! Ainda tem essa minha bendita (ou maldita, ainda não sei) imaginação.... O pior é que meu terreno Fantástico Mundo de Bob fica ainda mais fértil adubado por essa tristeza de Jeca. Aff!

    Escrito por ♪♥ ♪♥ Mulh às 12h54
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    Xô Urucubaca!!!! Xô!!!

    Ei! Você aí...É! Você mesmo! Calma...pode continuar lendo. Relax! Não vou recorrer a pieguice das rimas carnavalescas como num óbvio ululante você deve ter pensado. Tô precisando de uns patuás. Tem algum? Qualquer ferradura, amuleto, trevo de quatro folhas... Quanto mais melhor! Quem sabe junto tudo e faço um caldeirão a la Bruxa do 71. Será que ela tem alguma receita contra alternativos, góticos, punks e outras pragas do closet-mundo? Melhor ligar para ela. Ei! Você aí! Tem o número, e-mail, MSN? Alguém ainda é fã da porcaria repetida do Chaves?

    Droga de alergia de esmalte. Tudo o que eu precisava! Há uma conspiração contra quem ama ser mulherzinha e ninguém me avisou? É isso? Onde enfiaram aquelas infelizes correntes virtuais quando se precisa delas? Alooou...! Sou mulherzinha! Gosto disso! Unhas bem feitas são quase tão necessárias quanto....o ar? o sol? a água? Ah...! Um pouco de tudo isso! Para completar só falta elas começarem a quebrar. Unhas curtas....putz! Sai de reto!

    Hã? Cuma? Nem ouse completar esse pensamento infeliz. Esmalte antialérgico? É essa sua brilhante sugestão? Gênio! Tã, Tã, Tã, Tã, Tã, Tã, Tã, Tã, Tã... Tã, Tã, Tã, Tã, Tã, Tã, Tã, Tã, ... (Voz do Willian Bonner): O conselho mundial de cientistas acaba de eleger o esmalte antialérgico como a porcaria mais inútil à venda no mercado mundial. Os presidentes dos órgãos de defesa do consumidor aconselham que os usuários dessa linha de produtos formulem reclamações no Procon contra a paleta de cores tão reduzida, o preço absurdamente alto (para meu estilo de vida "Babylon" - Ouça Zeca Baleiro, Babylon) e a qualidade absurdamente baixa. (Fim do Plantão Global)

    O que essas porcarias de cientistas andam fazendo nesses imensos laboratórios, gastando quantias impronunciáveis que não criam um esmalte que preste? Será esse mais um dos grandes mistérios da humanidade? Imbecis! Melhor mesmo recorrer a dona Clotilde. Isso só pode ser mandinga e das "brabas" como se diz por aqui.  Alô Listel....preciso do telefone dela. Tem jeito ou tá difícil? Banco de dados inútil!

    "Ei! Você aí! Me dá um dinheiro aí? Me dá um dinheiro aí?" (ouça Itamar Assumpção em Ei Você Aí). Calma...mas não se irrite! Realmente eu disse algo sobre nada de rimas carnavalescas, mas foi mais forte do que eu. Estou em surto. Releve. Please! Hum...será que já inventaram transplante de unhas? Alguém se candidata? Mas não venha me oferecer porcarias. Há teste de qualidade. Vai que as suas unhas são piores que as minhas. Eca! Viagem...Preciso relaxar! Compraaaas....! Alôôôô Carrie! Um Manolo cairia bem agora! Alguém tem 600 dólares?



    Escrito por Mulher Maravilha às 20h08
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    Mundo estranho

    Não sei porque cargas d'água sonhei que era um João Bobo - aquele bonequinho inflável que por mais que você empurre, soque, pise nunca cai no chão. Boba eu já sabia que era, mas João...isso é demais!

    Escrito por Mulher Maravilha às 14h45
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    Uma homenagem a Lu...



    O bagaço da minha laranja, a outra parte da minha maça, o azedo do meu limão, o gosto do meu
    caja manga, a casca da minha uva, o cheiro da minha jaca....

    Carne e unha
    Alma gêmea
    Meu iaiá
    Meu ioiô

    "Quem me dará um ombro amigo quando eu precisar?
    E se eu cair, se eu vacilar, quem vai me levantar?
    Sou eu, quem vai ouvir você
    quando o mundo não puder te entender
    Foi Deus, quem te escolheu pra ser
    o melhor amigo que eu pudesse ter

    Amigas, pra sempre
    Dois Amigos que nasceram pela fé
    Amigas, pra sempre
    Para sempre amigos sim, se Deus quiser

    Quem é que vai me acolher, na minha indecisão?
    Se eu me perder pelo caminho quem me dará a mão?
    Foi Deus, quem consagrou você e eu
    para sermos bons amigos, num só coração
    Por isso eu estarei aqui
    quando tudo parecer sem solução
    Peço a Deus que te guarde
    (que te guarde, abençoe e mostre a sua face)
    E te dê a sua Paz."







    Escrito por Mulher Maravilha às 15h48
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





    Pode até soar engraçado a notícia do primeiro milagre virtual atribuído a Frei Galvão. Mas eu acredito. Além de ser um, Deus me mostra milagres todos os dias.



    Escrito por Mulher Maravilha às 15h05
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    O dia em que inspirei Charlie Chaplin...




    "Já perdoei erros quase imperdoáveis.
    Já tentei substituir pessoas insubstituíveis.
    E esquecer pessoas inesquecíveis.
    Já fiz coisas por impulso.
    Já me decepcionei com pessoas, quando nunca pensei me decepcionar.
    Também decepcionei alguém.
    Já abracei, pra proteger.
    Já dei risada, quando não podia.
    Fiz amigos eternos.
    Amei e fui amado, mas também já fui rejeitado.
    Fui amado e não amei.
    Já gritei e pulei de tanta felicidade.
    Já vivi de amor e fiz juras eternas.
    "Quebrei a cara" muitas vezes!
    Já chorei ouvindo música e vendo fotos.
    Já liguei só pra escutar uma voz.
    Apaixonei-me por um sorriso.
    Já pensei que fosse morrer de tanta saudade.
    Já tive medo de perder alguém especial.
    E acabei perdendo!
    Mas vivi!
    E ainda vivo!
    Não passo pela vida...

    Bom mesmo é ir à luta com determinação.
    Abraçar a vida e viver com paixão.
    Perder com classe e vencer com ousadia.
    O mundo pertence a quem se atreve.
    E a vida é muito curta para ser insignificante."





    Escrito por Mulher Maravilha às 18h16
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





    Tudo bem! Certo! Ok! Dessa vez não tinha uma caixa d'água no meio do caminho (entenda o caso em:
    http://dm.com.br/impresso.php?id=111639&edicao=6595). Então os ossinhos do bom e velho Drummond não precisão remexer no túmulo mais uma vez. Nada de paráfrase chocha para narrar minha mais nova saga "ralizeira." Se bem que pelos acontecimentos até que eu poderia escrever uma metáfrase com algo do tipo: "tinha um mata-burro no meio do caminho, no meio do caminho tinha um mata-burro,” mas soaria como uma puta falta de criatividade. Mas, chega de enrolação. Vamos aos fatos!

    Sábado. 6h30. Acordo de "madrugada" com um bom humor ímpar que só mais um rali poderia fazer o milagre de me proporcionar - em outras circunstâncias o horário teria despertado sintomas muito parecidos com a minha mega, ultra, super, max TPM. Preparo de novo o kit emergencial inspirado em Paris Hilton. No espaço que seria tradicionalmente ocupado por cordas, macaco, chave de roda... coube, como sempre, apenas lenços umedecidos, espelho, escova, batom, lápis, rímel, blush, pó, protetor solar, toalha, água, sabonete líquido e etc....E pela primeira vez em um rali descobriria que antes de me preparar para a prova teria que ter pensado mesmo era em alguém do tipo Rubinho Barrichello.

    Em meio a poeira, buracos, arranques, aceleradas e freadas bruscas eis que aparece um mata-burro - e o pior é que nem dá para dizer que surgiu do nada. Meu companheiro de prova, o repórter fotográfico (é dele os créditos dessas fotinhas peruíssimas de Hacka e eu) e então motorista da
    competição, Cristiano Borges, consegue a proeza de enfiar a roda dianteira esquerda no vão entre as grades de ferro do mata-burro. Trabalho para o Super-Reginaldo - o salvador dos "ralizeiros" atrapalhados....tão atrapalhados que.....

    Ah...melhor esperar sexta-feira, 25, para ler a história completa no artigo "As aventuras do Resgate" nas páginas virtuais (www.dm.com.br, dentro do ícone opinião) ou na versão impressa do Diário da Manhã. Até lá...

    Escrito por Mulher Maravilha às 17h52
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    último romântico

    Por que nada na vida é melhor do que às 22h44 abrir pela última vez a caixa de entrada do e-mail de trabalho para checar se há alguma notícia nova e ser surpreendida pela mais importante de todas elas:

    Assunto: Urgente!
    De: "Alexandre Petillo"
    Data: Sex, Maio 4, 2007 9:56 pm
    Para: giselle@dm.com.br
    Prioridade: Normal
    Assinatura: Não assinada
    Opções: Ver cabeçalho completo | Ver Versão para Impressão | View as HTML | Adicionar ao Livro de Endereços

    "Toda minha vida esperei você
    Inventando estórias sempre imaginei
    Quanto tempo na memória eu te desenhei
    Te amo em sonhos e é como um lindo amanhecer
    Toda minha vida pude perceber
    Que a verdade insiste em aparecer
    Se as palavras forem ditas e se a gente crer
    Te amo em sonhos e é
    Como um livro bom de ler
    Sei onde estão seus medos posso entender
    Eu canto em sonhos pra teu sorriso merecer
    Já não há motivos nada a temer
    Olhe em sua volta e você vai ver
    Que é aqui, chegou a hora pode aparecer
    Eu amo, eu canto, eu sonho, eu vivo pra você"

    Escrito por Mulher Maravilha às 21h47
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    ..Per non soffrire più

    Nada de arrancar páginas. A solução mais viável foi trocar a caneta por um lápis bem afiado. E tudo por culpa da tecnologia. Mesmo nesta era de iPods, plasmas e LCD's ainda não inventaram um corretivo líquido (ou Errorex, como se dizia na minha época, lá pelos idos dos anos 80) tão eficiente para apagar as marcas indissolúveis da tinta quanto a borracha consegue ser ao diluir as linhas deixadas pela frágil grafita do lápis.

    E, daqui para frente, só escrevo à lápis. Assim não precisarei arrancar páginas por causa da teimosia das marcas da esferográfica. Com a grafita, se eu precisar apagar alguma coisa, as linhas vão sumir mais rápido e sem deixar sombras. Também dessa vez, sigo com um bom apontador. Tudo porque se o lápis não servir mais para continuar escrevendo essa história, pelo menos posso usar a ponta
    cortante para extirpar uma parte do coração.


    "Sou um ser humano que faz parte da vida que pulsa no Universo, coloco minha mente acima das dores que ferem meu coração,e se fatigado, descanso na certeza, onde poderei receber energias novas.Confio em Deus e sigo em frente, sem medo, sem receios,pois no final, tudo passa, restando sempre as experiências e o saber." Leonardo Da Vinci. Salve!



    Escrito por Mulher Maravilha às 20h42
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    I Will Survive

    "Não quero ter a terrível limitação de quem vive apenas do que é passível de fazer sentido. Eu não! Quero é uma verdade inventada."



    Nada além de interrogações numa cabeça cercada por um emaranhado de vozes confusas.
    Nada além de infelizes coincidências.
    Nada além de pensamentos desconexos.
    Nada além da coerência entre palavras desconhecidas e situações vividas.
    Nada além de palavras que agora soam vazias de sentimentos.
    Nada além de uma estranha e desesperadora apatia interior.
    Nada além da intragável combinação de uma faísca de esperança com uma voz ecoando algo como eu já sabia.
    Nada além de uma decepção que intala o grito na garganta.
    Nada além de uma força grandiosamente inesperada.
    Nada além da certeza de que Roberto Carlos tinha razão ( é "fé que me faz otimista demais.")
    Nada além de uma triste sensação de talvez ter sido subestimada misturada com a colossal certeza de ser muito maior que tudo isso.
    ... Nada além de ter que escolher entre uma caneta e uma borracha. Uma para continuar escrevendo a história. Outra para apagar
    páginas de dias já não tão bonitos assim!.




    "Há um imenso vazio nesse espelho quebrado por alguém que partiu.
    A noite cai de alturas impossíveis e quebra o silêncio e parte o coração
    Há um muro de concreto entre nossos lábios.
    Há um muro de Berlim dentro de mim.
    Tudo se divide.
    Todos se separam..."



    Escrito por Mulher Maravilha às 21h26
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    Tout peut s'oublier


    " Tout peut s'oublier qui s'enfuit deja oublier le temps dDes malentendus et le temps perdu a savoir comment oublier ces heures qui tuaient parfois a coups de pourquoi le coeur du bonheur..."

    Sabe aquilo que Humberto Gessinger chama musicalmente de "110, 120, 160...." e que popularmente nada mais é do que colocar no automático a máquina do foda-se? A partir de hoje, a minha fica ligada 24 horas por dia. No Stress! Tout peut s'oublier...


    Escrito por Mulher Maravilha às 17h53
    [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





    [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]